Sustentabilidade se escreve com R


Seja na página do IDEC , nos vídeos do Menos um Lixo  ou mesmo no Ministério do meio Ambiente, a internet está cheia de bons recursos para aprendermos a criar um mundo mais sustentável. E não precisa de ABC, podemos só ficar na letra R mesmo:

Repense

Recuse, Reduza, Recupere, Reutilize, Reaproveite, Recicle, Respeite, Responsabilize-se. Em resumo: Repense

Recuse

Comece recusando as pequenas coisas, dizendo pequenos nãos: recuse o canudo, recuse o brinde que você nem quer e nem precisa, recuse a sacola plástica, a embalagem extra, o talher descartável, a embalagem não-retornável e não-reciclável!

Reduza

Reduza a quantidade de matéria-prima que você exige do mercado, compre de segunda mão, reduza o consumo de água e energia da sua residência, reduza a quantidade de comida que você compra e prepara (e assim o desperdício dela), reduza a sua pegada de carbono no mundo!

Recupere

Se quebrou, tem concerto? Se manchou, tem tingimento? Dá para costurar antes de evitar que rasgue de vez?

Reutilize

Se não deu para recuperar é possível encontrar um outro uso para este item? Aquela caneca, já que não deu para colar a asa, pode virar um porta-lápis? Um vaso talvez? A água que sai quase limpa da máquina de lavar poderia limpar também o chão da cozinha ou da garagem?

Reaproveite

Aqueles itens que estão bons, mas não tem mais sentido em sua vida podem ser trocados, vendidos, reaproveitados? Upcycling, customização, reforma, existem muitas alternativas – que tal considerar algumas delas?

Recicle

Se não deu para fazer nenhuma das alternativas anteriores, sobrou dar o destino correto para o item descartado. Eletroeletrônicos podem ser levados para os ecopontos, ou de volta à loja para logística reversa (algumas lojas e marcas fazem). Antes de comprar, dê preferência aos itens em que é possível identificar e separar facilmente os materiais. Descarte-os corretamente: metal, papel, plástico e vidro são facilmente separáveis e podem tanto ser entregues diretamente para algum agente de reciclagem (conhecidos popularmente como catadores, mas agente de reciclagem é bem mais digno, né!! esse pessoal merece ser reconhecido pelo maravilhoso serviço que prestam ao planeta!) ou levados para alguma cooperativa de reciclagem. Lâmpadas fluorescentes são extremamente tóxicas e devem ser levadas com muito cuidado aos locais corretos (empresas grandes como o Pão de açúcar e a Leroy Merlin recebem esses materiais. E se for material compostável (cascas, sementes e restos vegetais) composte!

Respeite

Respeite as diferenças e apoie empresas que respeitam. Entenda a diferença entre selos de organismos independentes de certificação e selos autodeclaratórios.  Compre do pequeno e apoie iniciativas locais, com menor impacto de liberação de carbono pelo transporte. Entenda que a cada produto que você consome está associado um custo ambiental e social, quanto maior a cadeia envolvida nesse processo, mais esses custos se multiplicam.

Responsabilize-se

Pergunte e pesquise a origem dos produtos que você consome: a madeira é certificada? A empresa está associada ao trabalho escravo? Seria possível comprar local, orgânico ou de um pequeno produtor?  Consulte o aplicativo Moda Livre, junte-se ao Fashion Revolution perguntando #quemfezminhasroupas, entre em contato com o SAC das empresas sobre o serviço de circularidade, enfim envolva-se e entenda a sua pontinha de responsabilidade.

Em resumo:

Repense

Repense seus hábitos de consumo e de transporte. Repense se as escolhas do passado continuam fazendo sentido agora. Mantenha a mente aberta, pratique e incentive o debate. Repense sua forma de ver o mundo!

3 Comentários

Fale o que pensa!
    • 3
      Ivi Carvalho

      Pois é, neste post a ênfase é realmente em Repense!! – que é o início de tudo. Mas os famosos reuse, recicle, reutilize já dão uma super ajuda para o nosso planeta!!! Abraço!

+ Comente!